domingo, 6 de agosto de 2017

Decisões sobre o amor são mais complexas do que você pode imaginar:

|
Talvez esses últimos dias tenham sido a prova de que a maior besteira que se pode acontecer é se deixar levar pelas palavras dos outros. Quando você é capaz de firmar os pés no chão e perceber o quanto tem feito escolhas erradas e inúteis surgem diversas opções para se escolher, como por exemplo: voltar atrás na sua escolha, deixar ir de vez, pensar mais um pouco até tomar a decisão certa e por ai vai. 


Quando a escolha é sobre amizade ela envolve diversas questões, desde momentos bons e ruins até aquele momento em que seu amigo(a) pode ter deixado as séries mais importantes para te ouvir falar de um amor passado. Há momentos na amizade em que fazemos o errado e ainda é possível voltar atrás! Pois amizade sincera é assim, como relacionamentos, cheio de barreiras. Mas nada que não possamos vencer. 

Mas e quando isso envolve amor? Será que é possível voltar atrás? Será que surgem essas opções? Quando a escolha errada envolve amor as opções são mais complexas. Principalmente quando é você quem errou. Saber o momento certo para dizer algo, saber o momento certo para voltar atrás sem pisar nas armadilhas é algo que apenas pessoas sábias e firmes serão capazes de fazer. 
 O amor tem dessas coisas. Os momentos de briga, os momentos em que ele ou ela discorda de algo e aquilo te atinge, e só você sabe o quanto aquilo te fez respirar fundo e contar até 3 ou mais. Diante destas coisas você sabe que surgem diversas coisas e sabe que você chega a cogitar tomar uma decisão, aquela que não preciso citar pois você sabe. 

Mas isso não é tão fácil como parece. É doloroso, e se foi uma decisão tomada assim, em um estalo é mais doloroso ainda! Mas se foi no impulso você sabe que isso virá atona bem em breve e por mais que você fuja terá que lidar com aquela decisão, com aquela escolha. 

"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará." 1 Coríntios 13:4-8

Quer um conselho? Deixe ter um amor paciente e bondoso, saiba ter calma e deixar que tudo corra como o planejado por Deus.E principalmente, saiba perdoar,  pois os planos dele, nunca vão estar errados! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário